17 de junho de 2010

Deustino

Há aqueles que acreditam no destino. Há outros que acreditam que Deus teve participação nisso ou naquilo. E há aqueles outros que unem as duas coisas: acredita-se no destino que é feito por Deus. Bem, eu sou destas!

Esta semana me fez pensar nisso. Peguei meu Aeroporto de todas as manhãs, mas um ponto antes do que sempre pego. Sentei no corredor, o que é incomum para mim quando há lugar vazio na janela. Ao acabar de passar no ponto habitual que eu tomo o ônibus, ele de repente freia MUITO forte. Todos que estavam de pé cairam, várias pessoas se machucaram e foram para o hospital.

Olho ao meu redor, meio tonta, sem entender o que havia acontecido e reparo:
1. Se eu tivesse pego o ônibus no ponto habitual, teria caído e me machucado feio, porque teria acabado de subir no ônibus.
2. Olho para o banco ao lado e se tivesse sentada nele, estaria estraçalhada. O banco quebrou e foi TODO para frente.

Na hora, agradeci a Deus e pensei como o Deustino pode ser tão forte!


PS: O ônibus não atropelou e nem bateu em ninguém. Alguém atravessou sem olhar e se enfiou na frente do ônibus, assim o motorista freou fortemente, ocasionando tudo isso. Três pessoas foram parar no hospital, uma bateu a cabeça bem forte, a outra machucou a perna e a terceira não tive contato.

PS2: Tive que descer do ônibus e bater a pé até o Mackenzie ¬¬

Um comentário: