31 de julho de 2013

Poderia ser você!

Ela estava ali. sentada naquela cadeira.
Queria gritar.
Queria fugir.
Queria sair correndo.
Mas ela não conseguia! Seus pensamentos eram profundos demais para dividir espaço com movimentos...

Pensava tanto no desejo de estar em outro lugar...
Lembrava que aquilo era mais uma tentativa de se convencer da verdade.

Não gritou.
Não correu.
Não fugiu.

Mas não teve um segundo que ela não pensasse que aquele do seu lado poderia ser você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário