21 de abril de 2014

Desconexos...



A luz do sol entrava pela janela.
Esfregou os olhos. Observou tudo ao seu redor.
Gostava de estar ali.

Beijos na estação.
Palavras - poucas - trocadas entre um sms e outro.
Desconexos.
Tudo parecia estar fora do lugar.

Confusa, buscou explicações.
"Por que?"

Sem respostas, desejou apagar toda e qualquer lembrança que a fizesse ter saudade daquele quarto, daquelas noites e principalmente daqueles olhos verdes...



Nenhum comentário:

Postar um comentário