15 de julho de 2015

me liberte das memórias...

Pensei em você ontem a noite.
No último verão também.
E talvez no próximo inverno, ainda terei lembranças suas...

A verdade é que, apesar de tudo, eu ainda consigo sorrir lembrando dos nossos domingos.
Ainda consigo sentir um aperto no coração ao pensar nos nossos planos.
É inevitável não fechar os olhos ao som da nossa música.

E ao passar por cada lugar que caminhamos juntos de mãos dadas, um filme passa pela minha cabeça.
Porque?

Um dia, talvez, eu esqueça cada momento.
Em um verão qualquer, estarei livre destas memórias que tanto me aprisionam em você...


Nenhum comentário:

Postar um comentário